Matriciamento como suporte educacional no serviço de saúde


Inscrição RedeNUTESAutoinscrição

Autor(es): Bruno Felipe Novaes de Souza e Vanessa Cristina Saltarello Arantes

http://lattes.cnpq.br/0862729093101167

http://lattes.cnpq.br/6579128997006007

Fonte: Recife. Universidade Federal de Pernambuco. Grupo de Tecnologias da Informação em Saúde. Rede de Núcleos de Telessaúde - NUTES; 2019.

Idioma de publicação: Português

Resumo: O matriciamento é um modo de produzir saúde em que duas ou mais equipes, num processo de construção compartilhada, criam uma proposta de intervenção pedagógico-terapêutica, cujo objetivo é assegurar retaguarda especializada as equipes e profissionais encarregados da atenção a problemas de saúde. O Ministério da Saúde recomenda o matriciamento como estratégia organizacional de articulação entre os níveis de atenção à saúde a fim de ampliar a resolubilidade da Atenção Primária, como possibilidade de integrar práticas de cuidado ampliado ao enfatizar o processo dialógico no trabalho em saúde.

Descritores: Práticas Interdisciplinares. Equipe de Assistência ao Paciente. Saúde Pública.